O último classificatório para o PGL Major Krakow 2017 colocará 16 equipes disputando 8 vagas no evento que premia $1.000.000,00 e acontecerá no meio de julho.

Nesse final de semana já teremos as equipes definidas, com a seletiva começando na quinta-feira (29). O Brasil tentará colocar uma segunda equipe num major da categoria, com a Immortals sendo uma das favoritas a classificação, mas quais são as outras?

Meramente informal e opinativo, preparei um texto para trazer as possibilidades aos desavisados. Sua opinião não condiz com a minha? Não deixe de comentar.

Quer saber a tabela, horários e todas as informações do evento? Clique aqui.

Os favoritos

Por um fator bastante lógico de desempenho recente, é tranquilo cravarmos algumas equipes como favoritas a garantirem uma das vagas. Nesse primeiro grupo se encontram a G2, Immortals, Cloud 9 e mousesports. Para você entender melhor, tente imaginar qualquer uma das quatro equipes fora do PGL Major Krakow, aí sim notará o quão decepcionante seria, e o motivo real de estarem nessa primeira leva.
alt

G2

Motivo: Seria um pecado, além de ser a maior decepção do ano uma das melhores equipes do mundo ficar de fora do PGL Major Krakow. O desempenho recente dos franceses, conquistando a ESL Pro League Season 5, evidenciam ainda mais esse supremo favoritismo. Só uma tragédia de proporção inimaginável tira a vaga do super time francês de Kenny “kennyS” Schrub.

Immortals

Motivo: Batendo na trave por vezes, os brasileiros da Immortals estão mais do que nunca com um pé no major. Primeiro por terem falhado das outras vezes por simples “momento”, e problemas marginais. Segundo, por terem conquistado muito mais experiência nos últimos meses, se consagrando como uma equipe que briga para entrar e enfrentar por igual qualquer time no tier 1 mundial. O desempenho na DreamHack Summer chamou a atenção e parece ter deixado o quinteto ainda mais esperançoso, além de ter ateado uma chama ainda não demonstrada com um todo, nos torcedores. alt A dúvida: A recente mudança na line-up pode ter acarretado em alguns problemas que vez ou outra aparecem em torneios de tamanha pressão. Valendo sua continuação na equipe, Vito “kNg” Giuseppe vai estar ainda mais inspirado e disposto, mas até que ponto isso é benéfico ao invés de prejudicial? A pressão de alcançar um sonho, não apenas deles, mas de um país, de ter uma segunda equipe dentro de um major da categoria também pode trazer uma pressão adicional, mas é inegável que o favoritismo brasileiro impera (além da G2) dentre as 16 equipes.

Cloud 9

Motivo: A interminável Cloud 9 parece ter renascido das cinzas recentemente. Depois de conquistar a Subaru Invitational algumas semanas atrás, os norte-americanos apareceram bem em alguns torneios não muito grandes, mas fizeram uma campanha razoável na ESL Pro League S5, e chegaram bem na ECS Season 3 Finals, conseguindo alguns resultados interessantes, o que rendeu cinco posições a mais no ranking mundial, estando agora em 6º. Com uma penca de fãs e uma obrigação, a equipe é sim uma das favoritas a conquistar uma das oito vagas, tanto pela rodagem, quanto pela qualidade individual de algumas peças.

A dúvida: Equipe de fases e que não tem o mesmo desempenho de qualidade em todo evento, como tem online, mas não teria problema contra equipes de menor porte, certo?

Mousesports

Motivo: O recente envolvimento do misto europeu nos torneios de qualidade trouxe a mousesports novamente aos holofotes. A mudança após a saída de Nikola “Niko” Kovac, deu luz a um quinteto de verdade, ao invés de um esquadrão de um homem só. O potencial inexplorado de Robin “ropz” Kool também começou a explodir nas últimas semanas com uma evolução extraordinária. alt A dúvida: É complicado precisar que a equipe passe sem problemas, aliás, um dos pés atrás ao escrever este artigo foi justamente isso. Muito provavelmente a mouz dependa do chaveamento e sorteio para elucidar uma classificação mais tranquila, mas seria bastante decepcionante se não classificassem, devido a bagagem que vem carregando.

Os “outros” favoritos

É, não é fácil encaixar todos lá em cima, e este é o grupo que mais gerara opiniões diversas nos comentários, mas tentarei explicar. Por aqui estão Liquid, HellRaisers, GODSENT, BIG, dignitas e a cereja do bolo de discussões, TyLoo.

Liquid

Motivo: A Liquid poderia ficar nessa segunda leva de favoritas, ou lá na primeira. Fato é que o desempenho dos norte-americanos vem surpreendendo recentemente e parece que o brasileiro e treinador do time Wilton "zews" Prado parece, enfim, ter dado um pouco mais de sua cara. Peter “Stanislaw” Jarguz também desempenha maravilhosamente seu papel de líder dentro do jogo, enquanto que Russel “Twistzz” Van Dulken traz a lume as esperanças dos fãs do cenário, querendo um jogador que desequilibre. Não que seria uma decepção enorme a Liquid fora do major, mas com total certeza seria uma queda grotesca para um cenário já em baixa.

A dúvida: Até que ponto a Liquid depende de Twistzz, e o peso de um classificatório, não sobreviria a ele?

HellRaisers

Motivo: O quinteto europeu também vem de boas participações nas etapas open da DreamHack, mas não chega a ter desempenhos acima dos esperados. A experiência é um dos pontos que pode chamar atenção, além de ter caído na fase inicial do ELEAGUE Major, o que garantiu um bom seed no sorteio, enfrentando a azarona Vega Squadron. Isso pode vir a ser um bom ponto, e iniciar com vitória no sistema suíço é providencial.

A dúvida: Outra equipe que depende muito da qualidade individual de um jogador em especial, Bence “DeadFox” Böröcz. O húngaro é o grande nome da equipe, mas é visível, não encaixando o setup com AWP nele, o time perde muito e falta uma opção (de nível semelhante) para substitui-lo.

GODSENT e BIG

A dupla da ESEA Premier da temporada passada, GODSENT e BIG também correm por fora nessa disputa. A GODSENT vem bem nos últimos meses, após conseguir classificação direta para a Pro League S6, os suecos encaixaram melhor sua forma de jogo e vem subindo nos níveis europeus. A BIG é talvez a equipe que mais cresceu nas semanas derradeiras desse classificatório. O esquadrão alemão liderado pelo incansável Fatih “gob b” Dayik conquistou o minor europeu, além de ter feito uma campanha irrepreensível na ESEA Premier. GOB B, como sempre não tem um nível de estatística excepcional, mas foi evidente sua participação no minor, o quinteto começou abaixo do esperado no evento, mas o veterano leu todas as equipes que conseguiram passar aos playoffs, e simplesmente fez sua equipe destruir a todos na fase final, com Johannes “tabseN” Wodarz sendo o grande destaque e MVP do torneio.

dignitas

alt Para o misto europeu da dignitas as mudanças podem pesar, com jogadores a poucas semanas juntos e com Ruben “RUBINO” Villarroel tendo suas qualidades bloqueadas, e descendo nas estatísticas devido a sua função de IGL começar a lhe preocupar muito no decorrer da partida, com os erros que aparecem. Quem chamará a responsabilidade será o português Ricardo “fox” Pacheco, mas um sozinho não fará o baile. Além disso, o jovem Jorgen “cromen” Robertsen sentirá o peso, já sentiu durante o minor europeu, e demorou a engrenar.

Porém, é bom ficarmos atentos ao individual da dignitas, um motivo é a bagagem dos jogadores, e esse excesso de experiência, pelo menos no quarteto de alicerce, pode fazer com que mostrem ainda mais potencial, e acalmem o jovem Cromen.

TyLoo

alt Motivo: BnTeT. Você pode ter se questionado, ou mesmo já ter comentado sobre o motivo da TyLoo não estar dentro dos azarões do torneio. O nome próprio citado no início do parágrafo é a resposta. O indonésio é hoje o jogador com o maior rating do planeta, Hansel "BnTeT" Ferdinand é impossível, um monstro que tem de mostrar seu nível contra equipes de maior qualidade, e o classificatório será a primeira oportunidade de mostrar o motivo de ter sido pretendido por outros continentes, por ter o maior rating do cenário mundial, por ser considerado o Niko asiático.

A TyLoo trucidou todos no Ásia Minor, só caiu para a Renegades, numa MD3. É nessa questão que entra o impulso de surpresa dos chineses, eles têm muito potencial em partidas de mapa único, uma Mirage irrepreensível, além de um map pool incógnito para algumas equipes, que pouco conseguem estudar. O motivo? A TyLoo usa de sua displicência contra adversários locais, apenas mira, sem tática. Isso trará o fenômeno de surpresa ainda mais durante as partidas.

A dúvida: Até que ponto BnTeT me deixou impressionado o bastante para acreditar numa classificação?

Não descartar

Optic e PENTA são outras duas equipes que não pode se deixar de fora. Optic teve mudanças recentes e muito provável que isso pesará em algum momento do torneio. A PENTA é uma das boas equipes que correm por fora. É importante citar as possibilidades dos europeus, devido aos resultados recentes e a conquista da ESEA Global Challenge, nada muito enorme, mas que ajudou a trazer um bom momento ao time.

A Renegades é outra que pode aparecer com um bom saldo logo de começo, mas não pode em hipótese alguma perder a estreia contra a FlipSid3. As chances do time australiano são bem menores a partir dai, é difícil, levando em conta o desempenho que tiveram no Minor asiático, que consigam chegar em bom nível para bater de frente com os favoritos.

Surpresas, mas sem vaga

Vega e Tengri se encaixam no grupo das que provavelmente arrancarão um mapa de uma ou outra equipe, mas que ficarão com água na boca para ter mais, porém cairão por aí. Os russos da Vega têm um map pool bastante sólido, mas tem a Cache como grande trunfo, e várias outras equipes tem o mesmo mapa como cartada, então é pouco provável, que mesmo em seu melhor lugar, consigam vencer três boas equipes e garantir a vaga no Major.

Os cazaques da Tengri têm lá suas qualidades individuais. O jovem AWP de 17 anos, Ramazan "Ramz1k" Bashizov é o grande nome do cenário futuro do CIS, mas é muito impossível que consigam mais do que apenas causar um certo upset.
alt FlipSid3 é uma equipe quase inativa, não aparece em evento algum, não disputa presencial desde o major, não mostra um desempenho nem mesmo aceitável na ESEA Premier dessa temporada. Seria de cair o queixo conseguirem qualquer coisa dessa vez.

Meramente pessoal

Tentando explicar os conceitos utilizados. Quatro equipes consideradas favoritas em suma: G2, Immortals, Cloud 9 e mousesports. Outras três tem uma chance muito baixa de obter classificação: Vega Squadron, Tengri e FlipSid3. As últimas nove, disputam quatro vagas.

Será ou não será um dos melhores classificatórios dos últimos tempos? Esse final de semana, é matar ou morrer.