O ELEAGUE Major acontece só em 2017, mas os minors estão a todo vapor nas mais diversas regiões do planeta. Nessa sexta-feira (04) tem início o torneio europeu, que dará duas vagas para o classificatório off-line do major.

A grande favorita a conquistar uma das vagas é a GODSENT, que conta com o super conhecido trio: Markus “pronax” Wallsten, Robin “flusha” Rönnquist e Jesper “JW” Wecksell. Seria, no mínimo, irresponsável de minha parte não coloca-los como grandes favoritos, ainda mais por contar com Andreas “znajder” Lindberg, que foi campeão do primeiro major de CS:GO em 2014 e Jonas “Lekr0” Olofsson que até pouco tempo atrás defendia as cores do fnatic.
alt Mas em meio aos dois grupos da competição, algumas outras equipes podem surpreender e conquistar uma das vagas.

ALTERNATE aTTaX

Talvez o melhor momento venha da equipe alemã da ALTERNATE aTTaX, que defende uma das tags mais respeitadas da história da franquia da Valve. O quinteto europeu, foi campeão da ESWC nesse fim de semana passado, numa competição que contava com Space Soldiers da Turquia, e a LDLC, que foi derrotada na grande final. Ambas as adversárias estão no grupo do minor.

Kevin “keev” Bartholomäus vem sendo o grande destaque da equipe e um dos responsáveis por fazer a Alternate garimpar 10 posições na nova atualização do ranking mundial de equipes do CS:GO, ficando agora em 22º.
alt

O grande trunfo da equipe é o mapa Dust 2, que se apresenta bastante sólido tanto em competições online, como em presenciais. Cobblestone e Overpass também são dois ótimos mapas para os alemães, que contam com maioria absoluta de vitória neles. Será que a Alternate vai conseguir honrar seu nome e surpreender novamente, dessa vez no minor europeu para o major da ELEAGUE?

Space Soldiers

alt

Ismailcan “XANTARES” Dörtkardeş. O demônio turco não parece mais sozinho em sua equipe nacional. Em 2016 a equipe já mostrou sua força ao ficar em terceiro na Copenhagen Games, conquistar a ASUS ROG Summer e a etapa regional da WESG. Na ESWC 2016, os euro-asiáticos conseguiram ainda um terceiro lugar, após serem derrotados pela LDLC na semi-final.

A equipe tem como destaque uma cobblestone quase que insuperável durante esse ano, além de uma Mirage bastante sólida. Dust 2 e Train completam o bom map pool turco.

Se não bastasse isso, Xantares ainda é um dos jogadores com ascensão interminável já a muito tempo. O que por vezes fazem os fãs do jogador questionar sobre uma possível saída para uma equipe internacionalizada. Algo parecido com o que acontecia com Nikola "NiKo" Kovac na época de aimface e ination.

Por conta desses tantos trunfos, que é bastante provável que os soldados amarelos consigam chegar bem e arrancar, no pior dos casos, uma boa impressão nesse torneio.

LDLC

alt A nova equipe de Kévin “Ex6TenZ” Droolans já surpreendeu ficando em segunda lugar na ESWC 2016, logo num dos primeiros presenciais do quinteto. Num torneio com equipes menores, a experiência do belga pode ter feito muito a diferença com os jovens comandados, mas será que em um minor valendo uma das vagas para continuar sonhando com o major da ELEAGUE a experiência vai adiantar?

Durante o torneio do fim de semana passado, os europeus ainda tinham a facilidade de estar jogando perto de casa, em Paris, além de que, após a derrota para a Heroic na primeira fase, acabaram sendo jogados para um lado da chave um pouco menos complicado.

Antoine “to1nou” Pirard é um dos destaques individuais na equipe, conseguindo dar a vitória no mapa Cobblestone na grande final contra a Alternate, mas infelizmente, para eles, acabaram perdendo o torneio. Não há como ter muito mais informações presenciais sobre a equipe, por isso que pode se tornar uma das surpresas desse minor.

Epsilon

(NOTA: Após a publicação desse texto, nessa quinta-feira (03) Joakim “disco doplan” Gidetun foi anunciado como novo jogador da fnatic)

(Nota 2: A Epsilon anunciou que o veterano norueguês Karl-William "Kalle" Haraldsen será o substituto no minor europeu)

Não é novidade para os mais assíduos no cenário que a equipe sueca da Epsilon vem muito bem durante esse ano. Com Joakim “disco doplan” Gidetun em boa fase a equipe conseguiu a segunda colocação na ASUS ROG Summer 2016, sendo derrotado pela Space Soldiers, além de conquistar o título da Pro Gamer League 2016 Summer Finals na China.
alt A equipe ainda conquistaria um surpreendente terceiro lugar na DreamHack ZOWIE Open Summer, torneio em que a equipe da Immortals sagrou-se campeã.

Mas nesses últimos três meses, de pouco se falou na equipe, caindo um pouco no esquecimento do cenário. Isso nem de tudo é ruim. Basta lembrar que a grande arma dos suecos foi justamente isso nos grandes torneios em que disputou, podendo assim ser uma das grandes surpresas desse torneio.

E aí, concorda com as possíveis surpresas? Comente abaixo o que você espera desse minor europeu.

Para saber os horários do torneio clique aqui.

Não esqueça de seguir meu trabalho principal clicando aqui.