Buscar melhores condições de vida num país de primeiro mundo. Parece uma história clichê, e é mesmo, mas a ida à Europa juntou Raphael, Felipe, Ruan, Jean e Gabriel em outro objetivo comum entre eles, o de jogar Counter Strike profissionalmente.

Não é novidade nenhuma que existe uma penca de brasileiros no velho continente, e isso foi um dos motivos pelo qual uma nova equipe brasileira se formou. Raphael já conhecia Jean e os dois passaram a jogar juntos, aos poucos outras caras foram aparecendo nas brincadeiras, até que surgiu a ideia de formar um quinteto competitivo, “hoje quando junta todos, dá uns 15 jogadores que conhecemos aqui” contou Raphael.

O time foi formado em janeiro de 2017, passando por algumas reformulações de line-up até se firmarem com a atual, sendo contratados pela Team Illustrate, organização norte-americana que resolveu se aventurar entre as equipes menores do continente europeu.

Segundo Raphael "Raphash0w" Duarte atuar fora do país “dá uma vontade a mais de jogar e um gostinho ainda melhor quando você ganha, isso te motiva”, afirmou o jogador.

Por mais que hoje defendam uma organização, o quinteto brasileiro não dedica tempo integral ao Counter Strike, tendo que se organizar entre o trabalho/estudo secular e a semiprofissionalização “A gente procura treinar todos os dias, mas como o Felipe "CORINTHIANS" Cunha trabalha na parte da noite, acabamos treinando uns 3 a 4 dias por semana das 6 da tarde até meia-noite” explicou Raphael. “Conseguimos no momento treinar contra equipes femininas do maior nível, e também com os bons times que estão nas cabeças da liga principal da CEVO”, completou.

Atuar num nível inferior dentro do continente que detém as melhores equipes do cenário internacional é curioso, e fica ainda mais evidente o espirito de jogo brasuca na Illustrate, “em muitas situações eles tem medo de jogar, de arriscar, jogar agressivo... esse é o X da questão na verdade, eles são mais táticos e nós brasileiros mais agressivos”, comenta o jogador, que diz ter orgulho de ser brasileiro nessa questão.

A organização e estruturação das equipes de nível menor ficam ainda mais evidentes quando falamos sobre as empresas que investem nos times, “por conta de a vida aqui ser um pouco melhor, a galera já tem o básico para jogar e a org só acaba precisando arcar com coisas onlines, viagens e torneios o que também acaba saindo bem barato”, contou.

Raphashow ainda revelou a vontade de atuar em um evento nacional com sua equipe, isso remete à experiência que já teve em solo tupiniquim ainda nos tempos áureos do Counter Strike de lan no país "jogamos alguns campeonatos no Brasil na década passada, mas o mais conhecido foi o que o Jean "jackass2f" Pierre jogou, vsONE cup onde a equipe dele na época recebeu o título de time revelação.

Jogando no momento apenas a divisão aberta da Liga CEVO, a equipe pensa em se profissionalizar, e alguns jogadores “comendo o jogo, motivam a gente” revelou Raphael em tom de brincadeira. “Vamos jogar a liga OPEN da ESEA e a liga Intermediaria da CEVO ainda este ano. Conforme vai batendo os horários a gente joga torneios da Faceit e da G-Infinity também” completou o jogador.

Raphael ainda informou que gostaria que mais pessoas acompanhassem a estadia deles na Europa, e sabe que grande parte do público ainda não os conhecessem, mas conforme vão subindo as ligas, maior será a probabilidade e facilidade de transmissão de seus jogos. Você pode acompanhar a rotina de treinos da Illustrate e o próprio jogador pelo seu Twitter pessoal ou pelo da organização , onde sempre postam as atualizações da equipe.

A line-up da equipe é a seguinte:

Raphael "Raphash0w" Duarte
Felipe "CORINTHIANS" Cunha
Ruan "RucaN" Candido
Jean "jackass2f" Pierre
Gabriel "fargo" Menezes

Gostou da postagem? Não esqueça de visitar meu trabalho principal e me seguir no Twitter: @LucasSpricigo